Gostaria de conhecer alguns tipos de investimentos mais conservadores para investir sem correr muito risco? Continue aqui. 

O mercado financeiro possui uma grande variedade de produtos e investimentos como: ações, títulos públicos e privados, poupança e entre outros. 

Cada um dos investimentos possui  o seu nível e tipo de risco de mercado, liquidez, de crédito, operacional ou legal. Por outro lado, o investidor precisa aceitar os diferentes níveis de risco que podem ser mais conservador ou agressivo. 

No entanto, se você não quer correr muito risco pode optar por investimentos mais conservadores. 

Conheça os tipos de investimentos mais conservadores 

Observe abaixo os tipos de investimentos que apresentam baixo risco e que se tornaram populares atualmente. 

1.Títulos públicos  

Esse tipo de investimento se tornou muito visado atualmente. Eles são títulos atrelados com a dívida do governo federal e o próprio governo emite o título em reais, tornando assim o risco de crédito irrisório.  

Além disso, os títulos públicos possuem incidência de Imposto de Renda sobre os rendimentos, com alíquota de 22,5% no máximo para ações de 180 dias e com 15% para aplicações acima de 720 dias. 

Existem 5 tipos de títulos do governo que são negociadas no Tesouro Direto: 

  1. Tesouro IPCS (NTN-B Principal) 
  2. Tesouro IPCA com juros semestrais (NTN-B) 
  3. Tesouro Prefixado 
  4. Tesouro Prefixado com juros semestrais (NTN-F) 
  5. Tesouro Selic (LFT) 

2. CDB 

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um dos tipos de investimentos mais conservadores e se tornou um dos mais populares. Nele o investidor ao comprar o titulo empresta dinheiro a uma instituição financeira que emitiu o CDB e recebe uma remuneração por isso.  

Esse investimento é de baixo risco para os investidores por ser assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), com ele até R$ 250.000,00 são reembolsados para o investidor em caso de falência da instituição financeira.  

Além disso, o CDB sofre com a incidência do Imposto de Renda, mas os bancos podem oferecer taxas maiores do os produtos que são isentos, como LCAs, LCIs, pois os recursos obtidos não precisam ser destinados para a linha de crédito imobiliário e agrícola.  

Por outro lado, os rendimentos podem ser prefixados e com ganhos maiores mesmo que taxa de juros caia, ou pós-fixados, que possui uma rentabilidade maior em períodos de altas taxas de juros.  

Além disso, é importante destacar que a taxa do CDB pode ser negociada com os bancos. 

3. Fundos DI 

Outra opção de investimento são os Fundos DI, que investem grande parte dos seus recursos financeiros em Títulos Públicos vinculados ao CDI. Portanto, são produtos com baixo risco e que rendem entre 95% a 100% do CDI e ainda possuem liquidez diária.  

No entanto, ele não é assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito, o baixo risco dos Fundos de DI é garantido por um princípio chamado de “Chinese Wall”. 

Porém, o seu patrimônio de fundo está separado judicialmente do patrimônio da instituição financeira que é responsável por ele. 

Uma das vantagens desse tipo de investimento é a possibilidade de investir que se encontra na própria mão do gestor, e assim poupando que o investidor tenha analisar o mercado para tomar uma decisão.  

4. Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Agrícola (LCA)   

Por fim, um dos tipos de investimentos mais conservadores que caiu no gosto das pessoas que querem investir são as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Agrícola (LCA). Esses investimentos fazem o financiamento dos setores imobiliário e agrícola, além de possuírem taxas prefixadas no momento da compra. 

Esse tipo de investimento tem como atrativo a isenção de imposto de renda para pessoas físicas, diferente dos CDBs, Fundos DI e Títulos Públicos.  

Além disso, eles são investimentos de baixo risco por serem assegurados pelo Fundo Garantidor de Crédito.   

No entanto, esse tipo de investimento geralmente exige um valor maior em comparação com as demais aplicações mínima e um prazo para o resgate, restringindo a liquidez do investidor.  

Conclusão  

Esses são os tipos de investimentos mais conservadores para você que deseja investir. No entanto, é importante destacar que mesmo sendo conservadores eles não estão completamente livres de risco.  

Por isso, é importante diversificar os seus investimentos. Ao dividir os seus recursos entre os investimentos a chances de grandes perdas diminui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *